Terça, 23. Outubro 2018
RedGlobe Notícias
Statistics

Today: 5875

Yesterday: 25402

Since 01/06/2005: 45595406

Solidaritätsanzeige

A 18ª reunião da Direção Nacional da CTB, nesta quinta (10) e sexta (11), em São Paulo, é mais um passo na construção da resistência sindical e democrática aos retrocessos em curso no país.

"Um momento de preparar a CTB para os desafios, que são muitos, reafirmar o compromisso junto à classe trabalhadora e apresentar uma plataforma de propostas para o conjunto da sociedade com retomada do desenvolvimento”, diz o presidente nacional da CTB, Adilson Araújo.

Para isso, o encontro reúne dirigentes sindicais de todo o país e especialistas na área econômica, jurídica, sindical e do direito do trabalho. Araújo destaca que o debate hoje não pode prescindir da questão política, das eleições, da defesa de um projeto de desenvolvimento econômico, da reação ao alarmante desmonte do Estado, da defesa da contribuição sindical e do fortalecimento das organizações sindicais.

“O quadro é grave, o país segue à deriva, sem solução para o problema macroeconômico, o ajuste conduziu o país ao desastre, com crescimento do desemprego e imprevisibilidade no plano político. Temos de responder a estes desafios com centrais, sindicatos e as bases fortes. É desta forma que o movimento sindical se engrandece”, diz o dirigente.

É com este objetivo que a CTB lança neste encontro a campanha Sindicato Forte, composta por vídeos, banners, faixas e panfletos, que tratam da importância da atividade sindical na conquista e preservação dos direitos, especialmente num momento como o atual, em que as próprias leis estão contra o trabalhador.

“A crise pode gerar oportunidades”, diz Araújo, enfatizando que é hora de os sindicatos se voltarem ao chão de fábrica e ao trabalho de conscientização dos trabalhadores e trabalhadoras. “A CTB nasce defendendo a unicidade, a contribuição sindical e fortalecimento das entidades sindicais. É o que mais precisamos hoje. Só um sindicato forte vai garantir Petrobras pública, ensino de qualidade, emprego, renda e valorização do salário mínimo”.

Portal CTB

Fonte:

Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB)

Real time web analytics, Heat map tracking